quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

She & Her - Me

Uma é cadáver e repousa sobre o meu peito, só mostra alguns sinais vitais quando o meu coração, em vão, tenta bombear sangue para os nossos dois corpos, porém desprovido de razão ignora o fato de que um coração não pode sustentar dois corpos.

A outra é abelha e me pica enquanto durmo, vem ainda com a boca lambuzada de mel me beijar, finge receber ordens e escorrega dos meus dedos com a umidez do seu corpo, vive de arrotos.

Mas, veja bem, meu bem, ela está quando você sai e o nome dela não é Saudade.

Uma tem meu sentimento, a outra acha que o tem, mas quando abrir os olhos notará que é a reação do meu corpo ao passeio das suas mãos e não é enganar, porque é recíproco demais para ter agente causador e hospedeiro.

Uma é serena e é responsável pelos acalentos, a outra me causa agonia e é responsável pelos meus gemidos à meia-noite, elas são o equilíbrio, caso desequilibre ocorrerá dilaceração dos tecidos, porque uma não é “uma” sem a outra e vice-versa.

Uma tem lençóis manchados de outras paixões, a outra já tem todos os meus lençóis e são intrínsecas e se misturam a ponto de uma ser outra e outra ser uma.

A ti entrego a boca e a ela a alma, meus lábios com dentes, meus dentes com alma, minhas vestes ardentes, meus pedidos de calma. Enquanto tu não seres de corpo e ela não ser de alma, irão se completar para sempre sobre meu colo repudiante.

Elas as rainhas, eu um condenado a amar duas feito um escravo que por nunca ter nada se esbanja com o tudo e acaba tendo nada, sou prisioneiro da paixão, imigrante do amor, servo da razão, mas um amaldiçoado incapaz de escolher.

Peço, desde já, perdão por carregar três corações sangrentos e ter que atirá-los no rio, tudo que eu sempre quis, maldito seja este ditado, por água abaixo.

7 comentários:

  1. Quanta poeticidade há em seu texto em prosa. Belíssimo texto. Quanta ambivalência de sentindo entre uma e outra paixão, num belo oxímoro entremeado de beleza e sentimentos.

    ResponderExcluir
  2. Oh mano parabéns pelo blog estar 10 o texto.
    seguindo,segue ai tbm.
    http://hiphopactivistface.blogspot.com/
    valeu

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. obg pela visita no hip hop face.
    ja to seguindo teu blog.
    vlw volte sempre.
    http://hiphopactivistface.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Jasanf disse...
    Quanta poeticidade há em seu texto em prosa. Belíssimo texto. Quanta ambivalência de sentindo entre uma e outra paixão, num belo oxímoro entremeado de beleza e sentimentos.


    Olha aí Mardhem... achou um pra poder usa todas as palavras difíceis que tu aprender.

    Mas eu também achei o texto belíssimo.

    ResponderExcluir
  6. Selo para O Arlequim! Parabéns pelo empenho. http://goo.gl/hR59u

    ResponderExcluir